Skip to content

Tag Archives: supremacia masculina

Lierre Keith, Patriarcado e Planeta Terra

18-fev-17

“…Essa é a real genialidade do patriarcado: ele não só naturaliza a opressão, como ele sexualiza atos de opressão. Então ele erotiza dominação e subordinação e institucionaliza isso em masculinidade e feminilidade. O patriarcado naturaliza, erotiza e institucionaliza a opressão. A genialidade do feminismo é que nós descobrimos isso. Feminilidade é o conjunto de comportamentos […]

Tirando os Nossos Olhos dos Caras – Sonia Johnson

05-mar-15

Todas nós – todas as mulheres no patriarcado – somos criadas para sermos escravas, somos criadas para sermos prostitutas. Todas nós, em algum sentido, somos, ou fomos, prostitutas e escravas, e muitas de nós continuaremos a ser para o resto de nossas vidas. E é a essência, a própria natureza da criação, cegar-nos – de […]

Teoria Queer e Violência Contra a Mulher

22-fev-15

Por Sheila Jeffreys Eu quero falar sobre como queer e teoria pós-moderna afetaram a habilidade de feministas e lésbicas de organizar-se contra, ou mesmo reconhecer violência contra mulheres. Na teoria queer e pos moderna, baseada no individualismo liberal, formas importantes de violência são renomeadas ´transgressão´, ´escolha´ ou ´agência´. Eu vou concentrar nas 3 formas de […]

PIV é sempre estupro ok?

17-jan-15

Texto original: http://witchwind.wordpress.com/2013/12/15/piv-is-always-rape-ok/ Tradução: tradução: Jéssica Akemi Nota da tradutora: TW: esta é uma tradução de um texto sobre piv = rape (sexo heterossexual = estupro). então, caso você seja heterossexual e não queira repensar isso ou você já tenha sido vítima de abuso sexual, considere sobre não ler. PIV* sempre é estupro, ok? * […]

Feminilidade, Heterossexualidade e a Síndrome de Estocolmo

13-jan-15

Este texto propõe que a criação de vínculos das mulheres com homens, bem como a “feminilidade” e a heterossexualidade, são reações paradoxais às violências dos homens contra elas. Como já foi argumentado anteriormente em análises feministas, compreendemos que as mulheres sofrem coletivamente da Síndrome de Estocolmo – a criação de vínculos de um refém com […]

Mulher, Povo Colonizado – Parte 1

13-jan-15

Em seu livro revolucionário de 1949, O Segundo Sexo, Simone de Beauvoir pergunta, “por que as mulheres não disputam a soberania dos homens?”. Sua pergunta pressupõe uma teoria filosófica em particular acerca da natureza e interação humana desenvolvida por Hegel. Essa teoria é a de que cada consciência (pessoa) mantém uma hostilidade fundamental Em seu […]

tradução: FAQ (Perguntas Frequentes) sobre Pornografia/Antipornografia

10-jan-15

O que há de errado com a pornografia? 1) Pornografia degrada e desumaniza as mulheres e as meninas 2) A pornografia glamouriza o estupro 3) A pornografia prejudica relacionamentos afetivos e sexuais 4) A pornografia mente sobre as mulheres, mostrando-as como sexualmente insaciáveis 5) A pornografia cria insegurança nos homens por mostrar que o prazer […]

Porque pornografia importa para feministas – Andrea Dworkin

10-jan-15

Pornografia é uma questão essencial porque a pornografia diz que as mulheres querem ser agredidas, forçadas e abusadas; pornografia diz que as mulheres querem ser estupradas, espancadas, sequestradas, desfiguradas; pornografia diz que as mulheres querem ser humilhadas, envergonhadas, difamadas; pornografia diz que a mulher diz Não mas quer dizer Sim – Sim para a violência, Sim para a dor. […]

Privilégio Masculino

10-jan-15

por D. A. Clarke 1981 Um poema para homens que não entendem o que queremos dizer, quando nós dizemos que eles possuem ‘isso’.   Privilégio é simples. Ir para um passeio prazeroso depois que escureceu. Não checar ao redor do seu carro enquanto você entra nele. Dormir ruidosamente. Falar sem ser interrompido e não lembrar […]

Nomeando o Inimigo

10-jan-15

parte de um texto de Mary Daly: “Naturalmente este será chamado de um livro “anti-macho”. Mesmo os escritos feministas mais cautelosos e circunspectos são descritos desta maneira. O clichê não é somente sem imaginação mas mortalmente, ensurdecedoramente, enganador – fazendo a escuta real do que as feministas radicais estão dizendo difícil, às vezes mesmo para […]