Skip to content

Tag Archives: básicos do feminismo radical

Lierre Keith, Patriarcado e Planeta Terra

18-fev-17

“…Essa é a real genialidade do patriarcado: ele não só naturaliza a opressão, como ele sexualiza atos de opressão. Então ele erotiza dominação e subordinação e institucionaliza isso em masculinidade e feminilidade. O patriarcado naturaliza, erotiza e institucionaliza a opressão. A genialidade do feminismo é que nós descobrimos isso. Feminilidade é o conjunto de comportamentos […]

Sexo, Gênero e Relações Sociais de Sexo

08-mar-15

“No Brasil, é muito difundida a ideia de uma certa equivalência entre teorias pós-modernas e uma perspectiva antiessencialista, como se a segunda só pudesse ser fruto da primeira posição. É interessante notar que os referenciais antinaturalistas vêm, em grande medida, nessa obra, de autoras de outras perspectivas teóricas. Além disso, percebe-se até mesmo uma certa […]

O Pessoal é Político, Carol Hanisch

22-fev-15

Por Carol Hanisch, Women’s Liberation Movement, 1969. Tradução livre. Texto original em inglês: http://carolhanisch.org/CHwritings/PIP.html Para este artigo eu procurei focar um aspecto comumente discutido no debate de Esquerda – a saber, “terapia” vs. “terapia e política”. Um outro nome para isto é “pessoal” vs. “político” e há outros nomes, eu suspeito, da forma como o […]

Teoria Queer e Violência Contra a Mulher

22-fev-15

Por Sheila Jeffreys Eu quero falar sobre como queer e teoria pós-moderna afetaram a habilidade de feministas e lésbicas de organizar-se contra, ou mesmo reconhecer violência contra mulheres. Na teoria queer e pos moderna, baseada no individualismo liberal, formas importantes de violência são renomeadas ´transgressão´, ´escolha´ ou ´agência´. Eu vou concentrar nas 3 formas de […]

gênero

21-fev-15

“Gênero não é uma performance. Mulheres não são estupradas, espancadas, abusadas, molestadas e torturadas psicologicamente porque elas “performam” mulheridade. Essas coisas acontecem porque homens (não “aqueles que performam masculinidade”, a propósito, mas simplesmente homens) designam elas como aquelas-a-quem-é-ok-machucar. Para dizer que gênero é performance é essencial culpabilizar a vítima. Afinal, se uma pessoa escolhe seu […]

Gênero x Patriarcado – Heleieth Saffioti

21-fev-15

texto de Heleieth Saffiotti, que discute ambos conceitos e seus usos políticos. O argumento final aqui desenvolvido em favor das idéias até agora defendidas girará em torno da recusa do uso exclusivo do conceito de gênero. Por que este conceito teve ampla, pro­funda e rápida penetração não apenas no pensamento acadê­mico, mas também no das(os) […]

Sexo, Gênero e Relações Sociais de Sexo

21-fev-15

“No Brasil, é muito difundida a ideia de uma certa equivalência entre teorias pós-modernas e uma perspectiva antiessencialista, como se a segunda só pudesse ser fruto da primeira posição. É interessante notar que os referenciais antinaturalistas vêm, em grande medida, nessa obra, de autoras de outras perspectivas teóricas. Além disso, percebe-se até mesmo uma certa […]

privilégio

17-jan-15

tradução de uma conversa sobre privilégio e sua definição: Eu pensei que seria pertinente falar sobre o conceito de privilégio a partir de uma perspectiva feminista radical? O conceito de privilégio tem algum propósito útil no feminismo radical? E, se tem, em qual contexto? ■ Y. G. : Raça é uma forma. ■ E. A. […]

Sexo e Gênero, por Nicole-Claude Mathieu (DCF) – Incompleto

13-jan-15

[digitado do Dicionario critido do Feminismo, por N.S.] De modo geral, opomos o sexo, que é biológico, aogênero (gender, em inglês), que é social. Na biologia, diferenciação é aaquisição de propriedades funcionaisdiferentes por células semelhantes. A diferença é o resultado de umadiferenciação. O estudo das sociedades anumais, incluindo a dos nossos primosprimatas, revela uma grande […]

Quando feministas tomam conta dos homens (versão corrigida)

13-jan-15

12 de maio de 2006 por Heart. Feministas tomam conta de homens (e em realidade, do mundo, como foi criado e vislumbrado por estes): 1. Quando elas dão mais crédito ou dão mais valor para o que é falado por um feminista que nasceu homem do que o que é dito por uma feminista que […]