Skip to content

Category Archives: textos

“Eu quero 24 horas sem estupro” – Andrea Dworkin

17-jan-15

retirado de: http://www.catarticos.com.br/doce/24-horas-sem-estupro-andrea-dworkin/ Eu pensei muito sobre como uma feminista, como eu, poderia falar com uma audiência composta majoritariamente de homens envolvidos com política e que dizem que são contra o machismo. E eu pensei muito se deveria haver alguma diferença no que eu iria falar a vocês. E então eu me encontrei incapaz de […]

Como Ser uma Aliada Eficaz para Grupos Oprimidos:

17-jan-15

Eduque-se sobre as questões deste grupo oprimido. Você é perfeitamente capaz de se educar, e fazer isso é responsabilidade SUA. Nenhuma pessoa de um grupo oprimido tem a OBRIGAÇÃO de responder seus questionamentos; para isso existe a internet e o google, e o que não falta é gente tentando teorizar as opressões que sofrem por […]

PIV é sempre estupro ok?

17-jan-15

Texto original: http://witchwind.wordpress.com/2013/12/15/piv-is-always-rape-ok/ Tradução: tradução: Jéssica Akemi Nota da tradutora: TW: esta é uma tradução de um texto sobre piv = rape (sexo heterossexual = estupro). então, caso você seja heterossexual e não queira repensar isso ou você já tenha sido vítima de abuso sexual, considere sobre não ler. PIV* sempre é estupro, ok? * […]

privilégio

17-jan-15

tradução de uma conversa sobre privilégio e sua definição: Eu pensei que seria pertinente falar sobre o conceito de privilégio a partir de uma perspectiva feminista radical? O conceito de privilégio tem algum propósito útil no feminismo radical? E, se tem, em qual contexto? ■ Y. G. : Raça é uma forma. ■ E. A. […]

Sexo e Gênero, por Nicole-Claude Mathieu (DCF) – Incompleto

13-jan-15

[digitado do Dicionario critido do Feminismo, por N.S.] De modo geral, opomos o sexo, que é biológico, aogênero (gender, em inglês), que é social. Na biologia, diferenciação é aaquisição de propriedades funcionaisdiferentes por células semelhantes. A diferença é o resultado de umadiferenciação. O estudo das sociedades anumais, incluindo a dos nossos primosprimatas, revela uma grande […]

Ódio Antigo e Sua Manifestação Contemporânea: A Tortura de Lésbicas

13-jan-15

Susan Hawthorne, Ph.D. Universidade de Victoria hawthorne@netspace.net.au RESUMO Essa nota visa um número de diferentes elementos que fazem a experiência de tortura de lésbicas no mundo contemporâneo. Eu tracei elementos da cultura popular junto com testemunhos de lésbicas, relativos à tortura em diversos países, e também citando fontes históricas. Eu examino as justificações e desculpas […]

Capítulo 1 de Unpacking Queer Politics – Sheila Jeffreys

13-jan-15

Capítulo 1 – LIBERAÇÃO GAY E FEMINISMO LÉSBICO Sheila Jeffreys, Unpacking Queer Politics tradução: Jéssica Akemi   Hoje em dia muitas lésbicas jovens e homens gays definem-se como ‘queer’ sem pensar duas vezes. Mas esse é um termo que se tornou uma descrição moderna para descrever lésbicas e gays apenas na última década, mas muitas […]

Renunciando à Igualdade Sexual – Capítulo 2 de “Our Blood”, Andrea Dworkin

13-jan-15

Renunciando a “Igualdade” Sexual Andrea Dworkin   Igualdade: 1. a condição de ser igual; equivalência em quantidade, grau, valor, categoria, habilidade, etc. 2. uniformidade de papel tanto em relação a inclinações quanto aparência Liberdade: 1. a condição de estar em liberdade e não em confinamento ou sob restrição física… 2. libertação de controle externo, interferência, […]

Lesbianismo Político e Separatismo  

13-jan-15

A base do feminismo lesbiano, e também do feminismo radical, é o amor entre as mulheres. Esse é um conceito essencial dentro do feminismo. Seguindo esse conceito, pode-se afirmar que a lésbica é a mulher cuja consciência de si própria e energias (inclusive energias sexuais) são direcionadas às mulheres. Ela se identifica com mulheres, e […]

Feminilidade, Heterossexualidade e a Síndrome de Estocolmo

13-jan-15

Este texto propõe que a criação de vínculos das mulheres com homens, bem como a “feminilidade” e a heterossexualidade, são reações paradoxais às violências dos homens contra elas. Como já foi argumentado anteriormente em análises feministas, compreendemos que as mulheres sofrem coletivamente da Síndrome de Estocolmo – a criação de vínculos de um refém com […]